Quando o ciúme chegou.



O ciúme chegou, bateu em minha porta e eu deixei-o entrar.
Logo ele tomara conta de tudo, dos pensamentos, do meu otimismo, da minha alegria, do discernimento, da minha sanidade e da minha visão.
Daquele momento em diante nada seria igual novamente, nunca mais.
Todas as convicções caíram por terra, à perturbação era constante e desoladora, tirando-me completamente o sono e a paz que antes habitavam felizes o meu coração.
Tentei justificar de todas as formas, busquei saídas do lado de fora de mim, contudo, a saída estava dentro.
A reflexão e a oração tiveram que entrar resolvendo tudo, a boa vontade também arregaçou as mangas e partiu rumo à resolução deste grande mau, logo as respostas começaram a surgir e agora a teoria e a prática dos bons pensamentos se unem.
O mau ainda não foi por completo extirpado, mas, nada como a perseverança que chega de mansinho busca convicção e segue terminando todo o serviço, sob olhar atento do todo poderoso Deus nosso Senhor que permite mudanças para quem as quer verdadeiramente.

Autora: Ciléia Ferreira

Busque a partir de agora, qual mal quer extirpar de dentro de ti e prossiga com fé e determinação, não será fácil, porem será de grande valia.



Fique na PAZ DE DEUS

Comentários

  1. O ciúme é uma praga... degrada a vida, o relacionamento em casa, com amigos, com maridos, namorados e muito mais.. è necessário muita serenidade para lidar com ele, procurando enchergar e entender que estamos fazendo a coisa errada quando estamos enciumados.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A felicidade existe sim.

UM PAR DE SAPATOS VELHOS

Matando um leão por dia.